Header Ads

Breaking News
recent

Universo Expandido Star Wars: Explicando o novo cânone

Basicamente tudo o que foi lançado depois da compra da Lucasfilm pela Disney faz parte desse novo cânone, excetuando, claro, a parte “Lego” da franquia (por motivos óbvios). A primeira obra a ser lançada nesse novo esquema foi Darth Maul: Filho de Dathomir, em maio de 2014 – a partir daí, todos os livros lançados são canônicos e todos os quadrinhos a partir de janeiro de 2015 (publicados pela Marvel, que retomou a licença da Dark Horse Comics, por ser do mesmo gruo da Disney) também. Outro indicativo de que determinada obra não faz parte desse cânone é o selo Legends, que aparece na parte superior das capas das obras, sendo consideradas lendas dentro dessa mitologia.

Mas é preciso lembrar que algumas das obras anteriores à compra também foram consideradas parte desse universo oficial. Essas são: Todos os seis filmes e filme e a série The Clone Wars (2008).
Até o presente momento, todas as obras publicadas desde a compra da Lucasfilm tem permanecido nos períodos específicos entre um filme e outro, geralmente fazendo a ponte ou narrando o que aconteceu com certos personagens nesses espaços de tempo. Como há um controle criativo maior em relação ao velho universo expandido, podemos dizer, sem medo de errar, que tais obras são tão importantes quanto os filmes em si, ainda que, claro, os longas tragam os eventos mais marcantes dessa galáxia muito, muito distante.



O pontapé inicial ideal é a série Star Wars Rebels. Embora seja feita, também, para o público infantil, presenciamos aqui o nascimento da Aliança Rebelde, em uma série feita para unir a trilogia prelúdio com a original, trazendo icônicos personagens de ambas, enquanto preenche alguns buracos deixados por George Lucas quando encerrou A Vingança dos Sith. Recomendo a leitura do já citado Um Novo Amanhecer, que foca nos personagens Kanan e Hera, parte do grupo principal de Rebels.
Partindo daí, o caminho mais óbvio seria a leitura dos livros Catalyst: A Rogue One Novel, que nos conta mais sobre Galen Erso, Krennic e a criação da Estrela da Morte, além de Tarkin, uma fascinante leitura que nos garante um olhar mais aprofundado sobre o Grão Moff e sua relação com Darth Vader. Ambos os livros são de autoria de James Luceno, que desenvolve sua trama basicamente através de diálogos muito bem escritos, com narrativas que nos distanciam dos Jedi, focando mais no funcionamento interno do Império, chegando até a nos mostrar, ainda que brevemente, Coruscant pós-queda da República.

A partir daí, o fã já estará mais que acostumado com essa parcela do universo expandido. Que tal, então, pularmos para um diferente período? Os quadrinhos lançados pela Marvel desde 2015 são um ótimo caminho e se passam, em sua maioria, entre os Episódios IV e V, focando em personagens diferentes, como Darth Vader, Luke, Han, etc. Você pode ver a lista completa dessas edições – e ler todas as nossas críticas – bem aqui (acrescentem à lista os recentíssimos títulos Doutora Aphra – mensal, com apenas um arco encerrado -, Darth Maul e Star Wars: Screaming Citadel, ambos em forma de minissérie e ainda no começo à data de publicação do presente artigo). Eventos importantes para a trilogia original acontecem aqui, como a descoberta, por parte de Vader, de que seu filho está vivo. Além disso, temos alguns momentos puramente fan service, como o arco A Queda de Vader, que nos mostra o Lorde dos Sith acabando com um exército inteiro de Rebeldes – se você se maravilhou com a icônica cena de Rogue One, esse arco é perfeito para você.

Ainda nas obras canônicas, podemos nos distanciar dos personagens pré-existentes e caminhar por história que ilustram o cenário galático por outro ponto de vista. Esse é o caso do livro Estrelas Perdidas, que mostra, do ponto de vista de imperiais, os eventos da trilogia original, indo até a Batalha de Jakku. Esse certamente é um dos melhores exemplares desse novo cânone e não deve ser deixado de lado por ninguém.

Já aqueles que querem saber o que aconteceu entre os Episódios VI e VII, o caminho perfeito a ser seguido é a linha de publicações Jornada para O Despertar da Força, que engloba livros e quadrinhos, como a trilogia Aftermath Império Despedaçado. Essa linha editorial nos conta sobre as origens da Primeira Ordem, a Resistência, além de mostrar o que aconteceu com alguns personagens clássicos. Evidente que o passado de Rey e outros da nova trilogia são pontos que serão abordados nos filmes, ainda que essas obras do universo expandido nos deem algumas dicas, capazes de fomentar teorias e mais teorias por parte dos fãs.

E para conferir todo o cânon em ordem cronológica: http://sociedadejedi.com.br/2015/06/25/o-guia-completo-para-o-novo-canon-de-star-wars/

Ou então este ótimo vídeo:

Nenhum comentário:

@ArturAlee #GeekDeVerdade. Tecnologia do Blogger.